A Amplo Banca Enganou Centenas De Organizações Ao longo De dez Anos

A Amplo Banca Enganou Centenas De Organizações Ao longo De dez Anos

A Amplo Banca Enganou Centenas De Organizações Ao longo De dez Anos 1

Septuagenario e depois de toda uma existência de empresário fez a si mesmo, o castellanoleonés Rafael González-Vallinas agora não quer fazer mais negócios. No decorrer dos piores anos da instabilidade, González-Vallinas era um dos empresários que se atreviam a investir, no teu caso, o calor da energia renovável, e recorreu-se à fórmula do project finance. Participou dos principais bancos: Santander, BBVA, CaixaBank e Sabadell, que lhe ofereceram um crédito sindicalizado para dividir o traço .

O empresário o regresso com os recursos que gerasse seu projeto, supostamente rentável. Porém havia um defeito, se as taxas de juro subiram, o empresário ia ser muito dificultoso devolver o crédito deste modo que deveria contratar o tempo um derivativo, um item financeiro que lhe cobrir este risco. O derivado lhe assegurava que nunca pagaria mais de determinado tipo de interesse, mas não abaixo de um limiar, uma cláusula chão. Isso sim, o derivado ia além do crédito sindicalizado e ser-lhe-ia que se lhe oferecia “a preços de mercado”.

a Invenção, de acordo com a Comissão Nacional de Mercado e da Concorrência (CNMC), que vê provado que os quatro bancos estavam de acordo em segredo pra elevar artificialmente o valor do artefato de cobertura. A técnica do engano foi vomitiva.

nos dias que antecederam a assinatura em cartório os traders de tesouraria dos quatro grandes bancos falavam entre eles para cuidar o rejonazo ao incauto empreendedor. No momento em que González-Vallinas ia cartório para assinar, prontamente estava todo discutido em segredo e ela montou um teatro.

Os representantes dos principais bancos do povo chamavam em directo pela frente dele e do notário para os executivos de tesouraria de suas entidades pra sondar “as condições do mercado” e definir o preço desfecho do derivado. Um depois do outro, iam casualmente comunicando o mesmo tipo de interesse e González-Vallinas assumiu que era este o real de mercado, desta forma que assinou. Tudo teve que ouvir este empresário, acima de tudo, os anos de 2010 e 2011, em que parecia que o Santander, BBVA, CaixaBank ou Sabadell, que lhe faziam um favor naquela recessão espanhola ao atender ao trazê-la juntos um crédito sindicalizado.

  1. o Detesta o combate
  2. Carlos Posada Uribe (1985-1987)
  3. CHILE / Será sorteado um BMW, em caso de vitória
  4. cem posições de aviões

No total, o puseram uma comissão oculta de 8,5 milhões de euros, de acordo com a resolução, sem mencionar as perdas sofridas na cláusula chão, em um tema de queda das taxas de juro. A CNMC indica que foram assinados 667 operações nesse tipo desde 2001, o que não prova que tivesse engano em todas elas.

Sim, figuram Meliá, Rocha, Urbis, Renovalia, Fenosa Wind ou mesmo da Província de Álava em que data que a dirigia o atual delegado do Governo no País Basco, Javier de Andrés. Não é só o presidente da CNMC e ex-conselheiro do Banco de Portugal, José Maria Marín aquele que vê claro o escândalo. O ex-presidente da Comissão Nacional do Mercado de Valores (CNMV), Manuel Conthe, emitiu um laudo arbitral, em 2016, dando a desculpa a Gonzalez-Vallinas e qualificando de “pantomima”, o que lhe tinham feito. O Banco Santander foi de entidades que, como de costume, deixou para friday evening, o momento menos desagradável possível, pra anunciar as remunerações de tua cúpula.

nelas não esconde que o veterano ex-ministro da UCD e conselheiro do Santander desde 1988, Matías Rodríguez Inciarte, se foi com os direitos de pensão de 48,2 milhões. Inciarte continua ativo pela divisão de Universidades do banco em seus quase setenta anos, e sua pensão, apesar de assustador para qualquer um, tem nuances. O ministro da Economia, Luis de Guindos, apura o que podem ser os seus últimos dias no cargo depois de mais de seis anos. O ministro da Energia, Álvaro Nascimento, está poniendosobre a mesa a relevância da Hispasat em um estado que não anda exatamente sobrado de organizações de tecnologia.